"Tudo me é lícito, mas nem tudo me convém" Carta do Apóstolo Paulo aos Coríntios

"Tudo me é lícito, mas nem tudo me convém [...]". (Carta do Apóstolo Paulo aos cristãos. Coríntios 6:12) Tudo posso, tudo quero, mas eu devo? Quero, mas não posso. Até posso, se burlar a regra; mas eu devo? Segundo o filósofo Mário Sérgio Cortella, ética é o conjunto de valores e princípios que [todos] usamos para definir as três grandes questões da vida, que são: QUERO, DEVO, POSSO. Tem coisas que eu quero, mas não posso. Tem coisas que eu posso, mas não devo. Tem coisas que eu devo, mas não quero. Cortella complementa "Quando temos paz de espírito? Temos paz de espítito quando aquilo que queremos é o que podemos e é o que devemos." (Cortella, 2009). Imagem Toscana, Itália.















quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Período Regencial - Golpe da Maioridade - II Reinado


A chegada de um jovem imperador ao poder em meio às disputas políticas de uma época.

Por Miriam Ilza Santana

Foi a partir do ano de 1835 que surgiu entre os políticos da Corte a ideia de D. Pedro II assumir o trono antes dos 18 anos, isto é, [a maior idade]. Os donos de escravos e de terras estavam apreensivos com a implantação da descentralização – sistema político que era contrário à centralização do poder – consistiu em distribuir pelas autarquias locais algumas atribuições pertinentes à administração pública, conferindo-lhes a decisão dos negócios de sua respectiva alçada. Isto aconteceu durante o Período Regencial – conhecido como a era das revoltas sociais [ Cabanagem, Balaiada, Sabinada e Farroupilha]. Os políticos só viam uma única saída para a crise política que se abatera sobre a nação após a descentralização do poder – a reintrodução da autoridade monárquica.

Na visão dos progressistas – conhecidos como Liberais –, e dos regressistas – os ditos conservadores –, a ordem [social] tinha que ser estabelecida e fazia-se necessário o fortalecimento da autoridade do poder central e a cessação dos movimentos que conduziram as pessoas às ruas, nem sempre conscientes de porquê estavam lutando.

Foi criando vulto o projeto de antecipação da maioridade de D. Pedro II como única forma de se alcançar a salvação nacional. Tornava-se necessário e premente que o menino Pedro de Alcântara assumisse imediatamente o seu posto de Imperador do Brasil. Segundo a Constituição outorgada [imposta - sem a participação da maioria] em 1824, a maioridade do Imperador só se daria quando este completasse 21 anos de idade, sendo então modificada essa disposição, antecipando-se a emancipação de D. Pedro II para 18 anos, durante o Ato Adicional. Diante do quadro que lhe foi apresentado, este decidiu, aos 14 anos de idade, assumir o seu posto de Imperador. [ Estava revelado o golpe].

Os liberais, que se encontravam afastados do poder, instituíram uma associação denominada Clube da Maioridade, que tinha como líder Antonio Carlos de Andrada e Silva; suas reuniões giravam em torno da melhor forma de se aclamar a tão desejada maioridade de D. Pedro II.
Foi graças à atuação desse clube que esta chegou mais cedo. Na verdade, os liberais obtiveram êxito e brindaram a execução de um genuíno golpe político que destronou os conservadores. Diante deste feito a antecipação da idade legal de D. Pedro II tornou-se conhecida como o Golpe da Maioridade.

Alguns historiadores defendem a ideia de que a maioridade não foi uma manobra traiçoeira do parlamento, mas sim um “assentimento” por parte do jovem príncipe, que se encontrava pronto e ansioso para assumir o que era seu de direito. O movimento, conduzido por Antônio Carlos de Andrada, metamorfoseou-se em uma oscilação palaciana que culminou com a derrocada dos conservadores e a ascensão dos liberais.

Já no dia 24 de julho de 1840, D. Pedro II formava um novo ministério com os liberais, iniciando o “revezamento” partidário que foi uma característica do Segundo Reinado. 
Iniciava-se o Segundo Império, que durou ate o início do golpe militar republicano, a 15 de novembro de 1889.


Curiosidade: o nome completo de D. Pedro II era Pedro de Alcântara João Carlos Leopoldo Salvador Bebiano Francisco Xavier de Paula Leocádio Miguel Gabriel Rafael Gonzaga.

83 comentários:

  1. Profª Marilia, gostei muito do texto, achei muito informativo e claro!

    ResponderExcluir
  2. achei esse texto muito interesante pois faz um resumo do segundo reinado facilitando o estudo

    ResponderExcluir
  3. Esse golpe aconteceu quando Dom Pedro II, não tinha ainda idade para se tornar imperador, criou-se então um documento antecipando a sua maioridade para por fim às disputas políticas que estavam em curso nesse período.

    ResponderExcluir
  4. adorei seu texto , irei estudar por ele , muito interessante a história de D.Pedro || , complementou o livro , obrigada por nos ensinar ..beijos , Analu , Caic e Gabriele - 8ºcora coralina

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por ter sido feito por três alunos, o comentário está insuficiente e muito sucinto. Deverá ser refeito concentrando análises no tema do artigo e, dessa vez, individualmente. Profª Marilia Coltri.

      Excluir
  5. Muito interessante! (:

    ResponderExcluir
  6. Esse golpe aconteceu quando Dom Pedro II, não tinha ainda idade para se tornar imperador, criou-se então um documento antecipando a sua maioridade para por fim às disputas políticas que estavam em curso nesse período.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Marília esse é o meu texto. Thiago Moraes 8 ano CC

      Excluir
  7. Com o texto compreendi mais sobre o Golpe da Maioridade. Muito boa as informações.

    ResponderExcluir
  8. olá prof gostei muito do seu texto ,é bem informativo e interessante.
    bjs anomino

    ResponderExcluir
  9. Maralia grande blog muito interessante e informartivo. esse golpe é um de muitos na historia e todos tem seu valor !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caio, sem dúvida, para os golpistas foi de muito valor. Entretanto, devemos analisar os dois lados da moeda. Para o Brasil, alguns golpes, como o de 1964, que instituiu a ditadura militar, devemos analisar: foi bom para quem? Profª Marilia Coltri.

      Excluir
  10. texto muito bom, contem informações e dicas muito interessantes que ajudam para o estudo e conhecimento geral.
    Isis Kövesdy Bravo e Helena Barros e Silva

    ResponderExcluir
  11. Realmente a antecipação da maioridade de D. Pedro 2 que assumiu o trono com apenas 14 anos de idade foi um golpe do estado, concordo que se ele esperasse atingir 18 anos não teria mais seu poder moderador, provavelmente ele iria reinar mais não governar assim como é hoje em dia na Inglaterra.. gostei muito do texto..

    Isabella Estefani e Beatriz Martorell

    ResponderExcluir
  12. Marilha achei mt legal o seu blog.
    mt interessante, agora fica mais facil estuda kkk

    ResponderExcluir
  13. achei muinto interessante,Foi um dos mais importantes e agitados períodos da História brasileira; nele se firmaram a unidade territorial do país e a estruturação das Forças Armadas, além de serem discutidos o grau de autonomia das províncias e a centralização do poder.

    ResponderExcluir
  14. Ola fessora eu gostei do texto é muito informativo e interesante e da uma ajuda no estudo....vou visitar mais vezes......bjs do gordinho giacomine

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gabriel Giacomine, este seu comentário não pode ser considerado para a atividade proposta. Está insuficiente. Você deveria ter realizado um comentário pautado nas questões abordadas pelo artigo, sob o tema "Golpe da Maioridade", conforme foi orientado à todos. Você deverá refazê-lo e, dessa vez, com mais seriedade. Profª Marilia Coltri

      Excluir
    2. Ola professora Marilia primeira mente queria lhe pedir desculpas pelo comentario (tonto).
      O golpe da maioridade foi quando D.Pedro segundo queria se tornar imperador mas ainda nao tinha idade e quando ele tivesse a ideda para ser imperador o pais nao iria precisar mas de um....entao D.Pedro segundo realizou o golpe da maioridade.
      Professora eu queria saber se esse foi um dos maiores golpes da estoria do Brasil ?

      Gabriel Giacomine 8 ano C.C

      Excluir
    3. Gabriel, referi-me ao seu comentário de maneira insuficiente, pois sei que você pode realizar análises muito mais elaboradas, como fez agora.
      Não foi o maior golpe da história do Brasil, na minha opinião. Ao meu ver, temos o golpe da Proclamação da República, em 1889; onde o povo apenas assistiu a tomada de poder pelos militares, sem entender muito o que estava acontecendo e o golpe militar de 1964, quando foi instalada uma ditadura no Brasil que durou longos 20 anos. Leve sempre suas atividades com muita seriedade, ok! Profª Marilia Coltri.

      Excluir
  15. Com o texto aprendemos que o Golpe da Maioridade foi um ato de grande importância para a economia brasileira, achamos muito legal vc ter posto o nome inteiro de D.Pedro II.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse comentario foi feito por Isabella Cardoso e Isabelle Klarosk do 8º anos Cora Coralina do Colegio Ser!

      Excluir
    2. Agora está ok, meninas! Profª Marilia Coltri.

      Excluir
  16. Achamos incrível como autorizaram um príncipe a ser Rei antes de completas os 18 anos! Foi um pouco mais de informações sobre as navegações que aprendemos em classe. Assim como não sabíamos que "revesamento" era um novo ministério com os liberais. D. Pedro II Realmente foi muito importante na História já que precisava alcançar os 21 anos antes de se tornar rei. O
    B
    R
    I
    G
    A
    D
    O
    !!!
    -Lúis e Víctor-
    7° ano Luís Fernando Veríssimo-
    Colégio Ser! (Fizemos a atividade em dupla)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

      Excluir
  17. eu gostei muito da historia do dinteressante,Foi um dos mais importantes e agitados períodos da História brasileira; nele se firmaram a unidade territorial do país e a estruturação das Forças Armadas, além de serem discutidos o grau de autonomia das províncias e a centralização do poder eu gostei muito

    ResponderExcluir
  18. Certamente a antecipação da maioridade de D. Pedro 2, que assumiu o trono de seu pai com apenas 14 anos. Concordo que se ele fosse assumir com 18 anos não teria o seu poder moderador, com certeza ele iria reinar, mais não governar assim como é hoje em dia . Eu não acho que foi um golpe do estado,mas...Marília gostei muito do seu texto.Beijos
    -João Pedro Becatti Baims

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. João, configura-se "golpe" quando o poder instituído é retirado deliberadamente pelas forças golpistas. Pela Constituição de 1824, D. Pedro II deveria aguardar até completar 18 anos, para assumir o trono do Brasil. Não foi o que aconteceu. Foi um ato inconstitucional. Foi um golpe, sim! Pela História, conhecido como "Golpe da maioridade". Mas valeram suas análises e ponderações!! Profª Marilia Coltri.

      Excluir
  19. O golpe da maior idade foi um acontecimento muito interessante para a História... Um fato marcante uma pessoa menor de idade assumir o trono o que foi inédito para todos...
    Patrícia Russi-8° C.A.- Colégio Ser!

    ResponderExcluir
  20. Pela constituição a idade correta para assumir era 21 anos , mas alteraram a constituição .
    O golpe da maioridade foi quase que necessário , pois se fossem esperar D. Pedro II completar 18 anos a monarquia corria riscos .
    Tem como golpe por não ter escolha do povo para que D. Pedro II assumisse e o regente Araujo Lima não terminou o seu mandato .
    D. Pedro II estava ansioso para assumir e como a monarquia já corria riscos , colocaram ele no trono com 14 anos.
    Na minha opinião foi certo esse ato , pois o Brasil era colônia de Portugal e se não houvesse alguém de fora para comandar ai seria certo quererem a regência.

    Rafaela Duso
    8° ano Castro Alves - Colégio Ser!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rafaela, o Brasil, nesse período, não mais era colônia de Portugal. Já se tornara independente desde 1822, com a Proclamação da Independência, por D. Pedro I, feriado este que comemoramos esses dias. Profª Marilia Coltri.

      Excluir
  21. Nós percebemos que o Golpe da Maioridade foi uma grande revolução na história do Brasil,
    Nós também concordamos com a Maioridade, não achamos que o Golpe da Maioridade seja uma manobra traiçoeira do parlamento.
    Achamos que D. Pedro ll assumiu muito cedo um cargo muito importante. Os donos de escravos e de terras ficaram apreensivos com medo de perder o poder sobre os escravos e suas terras.
    Também achamos que a autoridade na época era muito rígida o que causava muitas revoltas contra o império. Em um momento de crise os políticos viram uma só saída, pelo que entendemos essa saída era mudar a regra da Maioridade para poder sair da crise, colocando D. Pedro no poder com apenas 14 anos, o que parece ter funcionado muito bem.
    Nós achamos muito interessante o texto, pois há informações que ajudam muito no estudo, tudo o que nós aprendemos sobre o Golpe da Maioridade foi mais elaborado no blog.
    Jamile Pássaro (11) e Vitoria Cavalcante (26)
    8° ano Castro Alves – Colégio Ser!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom trabalho, garotas! Não chega a ser algo revolucionário, mas há um toque de traição, sim! Todo golpe é traiçoeiro, na medida que é inesperado. São forças contrárias agindo deliberadamente e, principalmente, contrárias ao poder instituído, no caso a Regência Araújo Lima. Foi inconstitucional! Gostei do comentário!! Profª Marilia Coltri.

      Excluir
  22. O golpe da maioridade foi quando dom Pedro II assumiu o trono no Brasil, que seria seu, por direito, com 18 anos. Tem esse nome - golpe, pois ele ainda não teria completado essa maioridade.
    Eles quiseram que dom Pedro II assumisse logo pois a monarquia já estava com perdendo poder, e as elites acharam, por bem, colocar uma única pessoas no poder, dom Pedro II.
    Os liberais afastados do poder fizeram uma associação, denominada Clube da Maioridade, seus encontros eram para discutir uma forma de fazer com que dom Pedro II assumisse logo o trono. Foi por causa desse clube que dom Pedro II pode assumir o trono ilegalmente. Esse feito ficou conhecido como Golpe da Maioridade.

    Carol Nör e Gabriela Soriano
    8º CA - Colégio Ser! Sorocaba

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Excelente trabalho, meninas! Comentário conciso, coerente e bem escrito. Adorei!! Profª Marilia Coltri.

      Excluir
  23. O golpe da maioridade foi quando D. Pedro II assumiu o trono com apenas 15 anos ,quando o trono só deve ser assumido com 18 anos de idade.
    Esse evento ocorreu em 1835,quando seu pai D. Pedro I reivindicou o seu trono no Brasil,assim desistindo do seu cargo de imperador.
    E isso foi considerado um golpe pois, não houve eleição, escolha do povo.
    Na visão dos progressistas , conhecidos como Liberais , regressistas os, a ordem tinha que ser estabelecida e se fazia necessário o uso de mais poder da autoridade do poder e a cessação dos movimentos que as pessoas às ruas, nem sempre conscientes de porquê estavam lutando.

    alunos:Bruno Henrique Nakagawa,Leonardo Stein Campelo
    8ºano C.A.-Colegio Ser!.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Retificando...
      Na verdade, D. Pedro I, nessa época já voltara para Portugal, dando início ao período regencial no Brasil, que deveria se manter até os 18 anos de idade de Pedro II. Mas com oi golpe de maioridade Dom Pedro II assumi o trono com 15 anos.
      Bruno Henrique Nakagawa,Leonardo Stein Campelo
      8ºano C.A.-Colegio Ser!.

      Excluir
    2. Bruno e Leo, quero que fique claro para vocês que entre a abdicação de Pedro I e o Golpe da Maioridade de Pedro II, está o período Regencial no Brasil, com suas regências Trina e Una. Quando do golpe, a regência era de Araújo Lima, ok! Profª Marilia Coltri.

      Excluir
  24. Incrível como foi possível naquela época uma pessoa menor de idade assumir um império tão grande,hoje em dia isso não seria possível pois mesmo porque as responsabilidades são poucas na cabeça de um menor de idade,o mundo seria muito liberal com adolescentes no poder ! Assim as responsabilidades seriam poucas.

    Beeeeeeijoooooooooos Prof.Marília

    Luíza Brenga e Isabela Rocha

    ResponderExcluir
  25. Certamente a antecipação da maioridade de D. Pedro 2, que assumiu o trono de seu pai com apenas 14 anos. Concordo que se ele fosse assumir com 18 anos não teria o seu poder moderador, com certeza ele iria reinar, mais não governar assim como é hoje em dia. Eu não acho que foi um golpe do estado, mas... Marília gostei muito do seu texto.
    Achei muito informativo também,pois quando eu for estudar é só entrar no seu blog,e ver tudo o que você posta.
    Um grande abraço,do seu aluno.
    -João Pedro Becatti baims

    ResponderExcluir
  26. Eu creio que o Golpe da Maioridade foi importante para a continuação da monarquia,porém eu creio que se não houvesse o Golpe da Maioridade, o Brasil já se anteciparia na democracia,o que podia melhorar muito a infra-estrutura do Brasil.

    João Victor Renzo
    Bruno Ribeiro

    ResponderExcluir
  27. Estou de acordo que se ele esperasse atingir 18 anos não teria mais seu poder moderador, assim, provavelmente ele iria reinar mais não governar. Seria um governo mais representativo do que governador.
    Vemos que foi um golpe ao analisar que de acordo com a constituição Dom Pedro II poderia assumir o trono aos 21 anos, assim houve uma mudança alterando a idade para 18, e foi percebido o golpe quando Dom Pedro II assumiu o trono com aproximadamente 15 anos incompletos.
    Em minha visão acho errado o fato do golpe da maioridade ter acontecido pois já tinha sido decretado pela constituição que ele apenas assumiria o trono ao completar 21 anos.
    Nesse período foi estabelecida a unidade territorial do país e a estruturação das Forças Armadas, além de serem discutidos o grau de autonomia das províncias e a centralização do poder.
    Realmente foi um período agitado, onde ocorreram vários fatos históricos, e o texto visa bem esses aspectos.
    Lucas, 8° ano Castro Alves

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Excelente comentário, Lucas!!! Parabéns!!! Profª Marilia Coltri.

      Excluir
  28. Em 1835, foi criada a ideia D, que teve o objetivo de Dom Pedro II tomar o controle do poder antes dos 18 anos (diferente de 1824, que ele só poderia reinar aos 21 anos). Essa ideia teria que estar em pratica, porque comerciantes de escravos queria uma descentralização, que aconteceu nas revoltas do Período Regencial.
    Mas para dar apoio a esse golpe, foi criado o projeto de antecipação da maioridade, criado por ele mesmo, sendo uma salvação. Quem apoiou esse golpe também, foram os liberais, que criaram o Clube da Maioridade, que o líder desse clube era Antonio Carlos de Andrada da Silva, que também apoiou essa ideia. O golpe deu certo, porque não tinha ninguém para assumir o poder e acabar com a crise que aconteceu depois da descentralização no Período Regencial, e assim, Dom Pedro governou de 1840 á 1889.
    Isaac Benjamin de Melo Nogueira.
    8 ano CA – Colégio Ser!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito bom trabalho, Isaac. Gostei muito do seu comentário e das suas colocações. Parabéns!! Profª Marilia Coltri.

      Excluir
  29. O golpe da maioridade ocorreu quando D. Pedro II assumiu o trono com 14 anos quando a idade da maioridade era 18 anos .
    Isso foi considerado um golpe porque não ouve escolha do povo nem eleição .
    E com 14 anos D. Pedro II já obtia uma grande responsabilidade desde que seu pai D. Pedro I reivindicou se trono .E se ele não assumisse seu trono a monarquia poderia acabar.

    Helga Lopes -
    8°ano C.A - Colegio Ser

    ResponderExcluir
  30. Fiquei um pouco chocado quando soube que D. Pedro II assumiu o posto de imperador com apenas 14 anos .
    Mais ele conseguiu impedir que a monarquia acabasse provando que já era digno para assumir o posto de imperador .
    Em minha opinião esse golpe foi necessário , pois se fossem esperar D. Pedro II completar 18 anos a monarquia correria muitos riscos.
    O golpe da grande maioridade foi quando D, Pedro I revindicou o trono , deixando seu posto para seu filho D. Pedro II , que teve que assumir o trono com 14 anos , pois já estavam ocorrendo muitas revoltas.
    D. Pedro II sabia que já era capaz de assumir o cargo de imperador , mesmo tendo apenas 14 anos .
    Matheus Tampelini - 8º Castro Alves – Colégio Ser !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Matheus, veja bem: D. Pedro I renunciou ao trono e como D. Pedro II tinha apenas cinco anos, iniciou-se o período regencial no Brasil. Quando na Regência Una de Araújo Lima, ocorre o Golpe da Maioridade de Pedro II. Profª Marilia Coltri.

      Excluir
  31. Depois que D. Pedro I estava com seu reinado em crise no século XIX por causa da guerra da Cisplatina que levou a falência do Banco Do Brasil, então D. Pedro I abdicou o direito ao trono deixando o reinado e voltou para Portugal, mas as Oligarquias Disseram que ele só poderia assumir o reinado, anos depois os seus conselheiros disseram que o republicanismo estava assumindo o seu lugar político no país, então o D. Pedro II fez o golpe da maioridade, chamado de golpe da maioridade porque ele tinha quatorze anos, e só poderia assumir o reinado com dezoito anos, só assumiu o trono antes dos dezoito anos por medo do Partido Republicano assumisse o lugar da monarquia regencial no Brasil. Então começou o II reinado no Brasil. Ele não havia escolha quanto a assumir o trono, que era seu por direito, iniciando o ‘’revezamento partidário’’, que durou até o golpe militar republicano de 1889
    Matheus L. S. Santangelo
    8°ano Castro Alves
    Colégio Ser

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Santangelo, o comentário, no início, está um pouco confuso. Não devemos esquecer que entre a abdicação de Pedro I e o Golpe de Pedro II, o Brasil viveu o período regencial, com as regências Trina e Una. O republicanismo pairava pelos ares do Brasil, mas foi concretizado, somente em 1889, como você mesmo disse, com outro golpe. Profª Marilia Coltri.

      Excluir
  32. Foi um golpe interessante pois ele com seguiu assumir o trono com 15 anos sendo que era para assumir com 21 e os políticos da corte mudaram para 18 mas mesmo assim D.pedro sundo assumiu o trono com 15.
    Já que essa era a única solução para acabar com as revoltas e centralizar o poder da colônia,Por casa das revoltas,cabanagem,balaiada,sabinada e farroupilha assim as revoltas parariam de acontecer e o Brasil voltaria a ser o que era antes.Por isto achei bem interessante o golpe já que não teve decisão do povo nem de ninguém

    Kauan Cicoti Guimarães 8ano C.A

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kauan, apenas a título de esclarecimento, quando ocorre o golpe de Pedro II, o Brasil já era uma nação independente, isto é, não era mais uma colônia de Portugal, ok! Profª Marilia Coltri.

      Excluir
  33. Eu achei muito interessante pois mostra como foi o golpe da maioridade como os liberais formaram um clube no qual o lider Antonio Carlos Andrada e Silva no qual comemoram o golpe da maioridade.As causas desse golpe da maioridade foi as revoltas que estavam acntecendo como a Farroupilha,Sabinada,Cabanagem e Balaiada.Há muitas opiniões de alguns historiadores dizendo que esse golpe não foi um golpe traiçoeiro do parlamento mas sim um assentamento do príncipe que estava pronto e ansioso para ser imperador, esse reinado durou de 1840 até 1889 onde houve a proclamação da república.Leonardo Cezar 8 ano Castro Alves

    ResponderExcluir
  34. Em 1835 D.Predo IIº no meio da corte portuguesa decidiu assumir o trono antes do 18 anos pessoas ficaram apreensivas políticos queriam fugir da crise e so viam um jeito,a autoridade monárquica mas precisava dos conhecimentos dos liberais par reforsar a autoridade do poder central.
    Era necessário que ele se torna imperador do Brasil, os liberais perceberam que estavam ficando afastado, o líder deles era Carlos de Andrada.
    Eles conseguiram o êxito e a brindaram e conseguiram da o golpe político em, 1840 solucionou o mistério dos liberais e D.pedroll se tornou oficialmente o imperador do Brasil

    ResponderExcluir
  35. Henrique Tadeu Santo Silva
    Período Regencial – Golpe da Maioridade – II Reinado
    D. Pedro I estava com seu reinado em crise, pois ele perdeu a guerra da Cisplatina e levou Banco do Brasil a falência e isso gerou um descontentamento da população e D. Pedro I teve que deixar o trono e seu filho tinha apenas cinco anos e por isso ele não pode herdar o trono de seu pai.
    D. Pedro II deveria assumir o trono com 18 anos quando atingisse a maioridade, mas ele assumiu com 15 anos pois os políticos só viam uma única saída que eles queriam a descentralização do poder pois havia acontecidos muitas revoltas sócias como: Cabanagem, Balaiada, Sabinada e Farroupilha.
    Os progressistas são conhecidos como liberais queriam que não fosse descentralizado o poder e conservar. Foi criando vulto o projeto de antecipação da maioridade de D. Pedro II como única forma de se alcançar a salvação nacional. Tornava – se necessário e premente que o menino Pedro de Alcântara assumisse imediatamente sei posto de Imperador do Brasil.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Excelente trabalho, Henrique!! Profª Marilia Coltri.

      Excluir
  36. O Golpe da maioridade foi um ato "revolucionário" em que D. Pedro II como todos os outros imperadores da época, assumisse o trono com 18 anos de idade, mas devido o acontecimento de muitas revoltas sociais como a Cabanagem, a Balaiada, a Sabinada e a Farroupilha o único jeito seria nomear o mais rápido possível D. Pedro II o novo imperador do Brasil, assumindo então o cargo com 15 anos de idade.
    Júlia Loratto Vieira.
    8*Cora Coralina.

    ResponderExcluir
  37. Achei sei blog bem interessante , o Golpe de D.Pedro || foi um Golpe bem induzido , ele foi bastante esperto , seus textos ajudam a estudar ... obrigada

    ResponderExcluir
  38. O golpe da Maioridade é um fato histórico muito conhecido no Brasil, pois faz parte da história do Brasil em relação com Portugal. Neste texto conta como D.Pedro 2 assume o trono com apenas quinze anos de idade, e o certo seria com 18, ainda muito novo aprendera a comandar o Brasil, isso se deve aos Liberais, que fizeram D.Pedro 2 assumir o trono, montando um clube, onde havia reuniões que criavam leis que possibilitasse e deixasse D.Pedro 2 assumir o trono ilegalmente.
    Tathiana Mary
    8° Castro Alves (27)

    ResponderExcluir
  39. Ainda faltam alguns comentários a serem postados, bem como, a devida identificação naqueles sem o(s) nome(s) do(s) autor(s). Temos até amanhã, impreterivelmente!!! Profª Marilia Coltri.

    ResponderExcluir
  40. Ao longo do período regencial, a disputas entre as tendências políticas promoveram a instalação de um clima instável. De um lado, os liberais defendiam a concessão de maiores liberdades aos governos locais com a criação de poderes legislativos e a eleição de assembleias regenciais. Por outro, os conservadores entendiam que a manutenção de um sistema político centralizado era pressuposto fundamental para que a unidade territorial e política fossem seguramente preservadas.
    Ana Beatriz Camara Mendes n 1 Colegio Ser

    ResponderExcluir
  41. Com o golpe da maioridade percebemos as dificuldades que D.Pedro ll precisou enfrentar para receber o seu poder de rei, passou por muitas dificuldades por ser menor de idade, ele reinava, mas nao governava... Ele so poderia governar quando completasse seus 18 anos,so que se ele esperasse mais, iria perder seu poder moderador, entao decidiu reinar, foi isso que aconteceu no golpe da maioridade ! ass: Paloma.

    ResponderExcluir
  42. O Partido Liberal apresentou um projeto para a antecipação da maioridade do Imperador, declarando Pedro II como maior de idade, mas as forças conservadoras se colocaram em oposição aos liberais, que por sua vez foram às ruas fazer manifestações, e recebendo o apoio do povo.
    Bruno Camargo 8 c.c

    ResponderExcluir
  43. Estava prestes a ser a ruína dos grandes proprietarios rurais, porque ouve o rompimento da ordem e conflitos, então havia a esperança de que, restaurados os brasões do império no comando da nação, pudesse ter paz no território. Dessa forma,D.Pedro II chegou ao trono, em 1840, com 14 anos de idade.
    Gostei do seu texto Marilia, auxilia nos estudos.
    Ingrid

    ResponderExcluir